Recent Changes

Tuesday, November 24

  1. page Quimiossíntese edited Quimiossíntese: certas bactérias sintetizam seu material orgânico a partir de CO2 e H2O sem utiliz…
    Quimiossíntese: certas bactérias sintetizam seu material orgânico a partir de CO2 e H2O sem utilizar a energia luminosa. Eles utilizam a energia química proveniente da oxidação de compostos inorgânicos. Esse processo é feito por bactérias autótrofas. Essas bactérias necessitam como matérias-primas substâncais inorgânicas, O2, CO2 e H2O, para fabricar glicose na ausência de luz.
    {bio2.jpg}

    (view changes)
  2. file bio2.jpg uploaded
  3. page Acesso ao Glossário! edited ... Fanerógamas Fermentação Fotossíntese Gametas Genes ... Ovulogênese Proteoma Quimios…
    ...
    Fanerógamas
    Fermentação
    Fotossíntese
    Gametas
    Genes
    ...
    Ovulogênese
    Proteoma
    Quimiossíntese
    Respiração Aeróbica
    Resumo
    (view changes)
  4. page Fotossíntese edited ... Etapas da fotossíntese: Fotoquímica (ou fase de claro): é imprescindível a presença de luz. …
    ...
    Etapas da fotossíntese:
    Fotoquímica (ou fase de claro): é imprescindível a presença de luz. Sua sede é o grana e as membranas intergrana. Envolve a absorção de luz, o transporte de elétrons e redução de NADP+ em NADPH e produção de ATP.
    ·
    Luz
    ||
    Absorção
    Absorção de luz
    ...

    2 H2O à--luz--> O2 +
    ...
    4 e-
    O O2 é liberado para atmosfera ou usado na respiração celular e os elétrons perdidos pela clorofila passam por uma cadeia de aceptores. O NADP­­­­­+­­é o aceptor final.
    2NADP + + 2 H2O à O2 + 2NADPH + 2H+
    ...
    Química (ou fase de escuro): tem o estroma como sede (nas bactérias no citosol). Corresponde ao Ciclo das Pentoses (Calvin-Benson).
    Ocorre a fixação de carbono, ou seja, a conversão de CO2 em glicídios.
    {bio1.jpg}
    Ambas as fases ocorrem durante o dia. Existem dois tipos de clorofila (molécula fotoreceptora) A e B, que diferem apenas na composição de uma cadeia lateral: A clorofila A absorve luz e converte em energia química, e a B assim como os caratenóides (pigmentos amarelo, laranja e vermelho) são auxiliares, que absorvem outros comprimentos de onda e transferem energia para a clorofila A.
    ...
    do CO2.
    6

    6
    CO2 +
    ...
    6 H2O
    Fotossíntese bacteriana: as cianobactérias e as proclorófitas realizam fotossíntese semelhante às plantas e algas. Outras bactérias realizam a fotossíntese em anaerobiose. Nesse caso a fonte de H é o gás sulfídrico. [6 CO2 + 12 H2S à C6H12O6 + 12 S + 6 H2O] essas bactérias não apresentam clorofila A e sim a bacterioclorofila.
    (view changes)
  5. page Fotossíntese edited Fotossíntese: produção de açúcares a partir de CO2 e H2O, utilizando a energia solar desprendendo …
    Fotossíntese: produção de açúcares a partir de CO2 e H2O, utilizando a energia solar desprendendo O­2. Ocorre em todos os seres vivos que possuem clorofila (plantas, algas e algumas bactérias)
    Estrutura sede: em plantas e algas ocorre no interior do cloroplasto e em bactérias nos sistemas membranosos do citoplasma.
    Etapas da fotossíntese:
    Fotoquímica (ou fase de claro): é imprescindível a presença de luz. Sua sede é o grana e as membranas intergrana. Envolve a absorção de luz, o transporte de elétrons e redução de NADP+ em NADPH e produção de ATP.
    ·
    Luz
    ||
    Absorção de luz e fotólise da água: a clorofila absorve a luz, a energia luminosa excita os elétrons da clorofila e estes são transferidos para um aceptor de elétrons. A clorofila retira elétrons da água que, ao perde-los se decompõe.
    2 H2O à O2 + 4H+ + 4 e-
    O O2 é liberado para atmosfera ou usado na respiração celular e os elétrons perdidos pela clorofila passam por uma cadeia de aceptores. O NADP­­­­­+­­é o aceptor final.
    2NADP + + 2 H2O à O2 + 2NADPH + 2H+
    · Produção de ATP (Fotofosforilação): a energia liberada pela passagem dos elétrons pela cadeia de aceptores, força a passagem de H+ do estroma pela membrana dos tilacóides indo para o lúmem, onde se acumulam. Tendem a voltar para o estroma, mas só podem fazer isso através das sintetases de ATP
    Química (ou fase de escuro): tem o estroma como sede (nas bactérias no citosol). Corresponde ao Ciclo das Pentoses (Calvin-Benson).
    Ocorre a fixação de carbono, ou seja, a conversão de CO2 em glicídios.
    {bio1.jpg}
    Ambas as fases ocorrem durante o dia. Existem dois tipos de clorofila (molécula fotoreceptora) A e B, que diferem apenas na composição de uma cadeia lateral: A clorofila A absorve luz e converte em energia química, e a B assim como os caratenóides (pigmentos amarelo, laranja e vermelho) são auxiliares, que absorvem outros comprimentos de onda e transferem energia para a clorofila A.
    Oxigênio: Foi comprovado que vem da água e não do CO2.
    6 CO2 + 12 H2O à C6H12O6 + 6 O2 + 6 H2O
    Fotossíntese bacteriana: as cianobactérias e as proclorófitas realizam fotossíntese semelhante às plantas e algas. Outras bactérias realizam a fotossíntese em anaerobiose. Nesse caso a fonte de H é o gás sulfídrico. [6 CO2 + 12 H2S à C6H12O6 + 12 S + 6 H2O] essas bactérias não apresentam clorofila A e sim a bacterioclorofila.

    (view changes)
  6. file bio1.jpg uploaded
  7. page Interação Gênica edited Interação Gênica: uma característica é condicionada por mais de gene (ou por mais de um par de gen…
    Interação Gênica: uma característica é condicionada por mais de gene (ou por mais de um par de genes); os genes apresentam segregação independente.
    Interação Simples: interação entre dois genes não alelos.
    Exemplo: forma da crista em galinha. Há quatro fenótipos possíveis:
    Interação de:
    Fenótipo
    R_E_
    Crista Noz
    R_ee
    Crista Rosa
    rrE_
    Crista Ervilha
    Rree
    Crista Simples
    {interacaosimples.jpg}
    Representação esquemática da distribuição de alelos nos gametas durante a meiose
    Quando duas aves heterozigotas (crista Noz) são cruzadas, a geração F1 obedece às seguintes proporções: RrEe x RrEe
    Proporção (F1)
    Genótipo
    Fenótipo
    9/16
    R_E_
    Noz
    3/16
    R_ee
    Rosa
    3/16
    rrEe
    Ervilha
    1/16
    rree
    Simples
    Se cruzarmos dois indivíduos heterozigotos, com dois pares de alelos e obtermos a proporção 9:3:3:1, podemos concluir que trata-se de um caso de interação gênica com segregação independente.
    Epistasia: caso em que os alelos de um gene impedem a expressão dos alelos de outro par, que pode ou não estar no mesmo cromossomo.
    Ex: cor da plumagem em galinha
    IICC x iicc à100% branca IiCc Resultado em F2: 13/16branca : 3/16colorida
    Proporção
    Genótipo
    Fenótipo
    9/16
    I_C_
    Branca
    3/16
    I_cc
    Branca
    3/16
    iiC_
    Colorida
    1/16
    iicc
    Branca
    Interação de:
    Fenótipo
    I_C_
    Branca
    I_cc
    Branca
    iiC_
    Colorida
    iicc
    Branca
    Gene I – inibe a cor
    Gene C – gene para a cor
    Epistasia recessiva: ocorre nos cães labradores. Apenas dois genes condicionam as três pelagens típicas dessa raça: preta, chocolate e dourada.
    Herança Quantitativa (poligênica): herança em que participam dois ou mais pares de genes com ou sem segregação independente. As características com esse tipo de herança, além de apresentar um grande número de genótipos possíveis, sofrem forte influência do ambiente, aumentando ainda mais a gama de variação fenotípica.
    Número de pares de genes = número de fenótipos/2

    (view changes)
  8. page Acesso ao Glossário! edited ... Homogamético Homozigótico Interação Gênica Linkage (ligação gênica) Meiose
    ...
    Homogamético
    Homozigótico
    Interação Gênica
    Linkage (ligação gênica)
    Meiose
    (view changes)
  9. page Acesso ao Glossário! edited ... Linkage (ligação gênica) Meiose Mendelismo (Leis de Mendel) Metabolismo Mitose
    ...
    Linkage (ligação gênica)
    Meiose
    Mendelismo (Leis de Mendel)
    Metabolismo
    Mitose
    (view changes)

More